Colégio Novo Ateneu homenageia mães em evento emocionante

Você já parou para pensar na importância das mãos de uma mãe? São elas que guiam, que acarinham, que colocam o filho no colo, que medem a febre… Seguindo por esse caminho, o tema de Dia da Mães do Colégio Novo Ateneu (CNA) em 2019 foi “As Mãos da Minha Mãe”. O evento aconteceu nos dias 9 e 10 de maio e contou com uma programação superinteressante, preparada pelos professores e pelos alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I.

A Profª Vera Julião, diretora do CNA, abriu as comemorações compartilhando uma memória emocionante em relação a segurar e reconhecer a mão da mãe dela, mesmo sem vê-la, só pelo toque. Depois, as homenageadas foram divididas em três grupos para passar pelas “estações”, nas quais realizaram algumas atividades.

Na estação “Mãe sempre sabe”, orientada pelas professoras Tássia e Michele, elas deveriam encontrar as peças de um quebra-cabeça, que eram as fotos de cada um dos alunos dividas em três partes, e montar corretamente. A brincadeira demonstra que mesmo as fotos estando muito misturadas e em pedaços, todas as mães reconheceram seus filhos olhando apenas um pedacinho deles.

Na atividade “Coração de Mãe”, a Profª Desirée realizou a dinâmica “Pedras em nosso caminho”, abordando a gestão do tempo e a análise do que realmente é importante na vida de uma mãe. A reflexão mostrou como cada mãe precisa saber destinar seu tempo de maneira que não falte nenhum minutinho para uma boa brincadeira e para interagir com o filho.

O exercício “Relaxa Mãe” foi aplicado pelo Prof. Edson, iniciando com uma meditação para depois incentivar a interação entre as mães, respondendo questões reflexivas, muitas vezes esquecidas por elas devido à quantidade de afazeres, enquanto trocavam de lugares e de folhas de maneira divertida.

Já na ação “Cada um é um”, as professoras Analuci e Daniella aplicaram a dinâmica “Receita do Monstrinho”, na qual elas passaram um passo a passo para cada mãe desenhar o tal monstrinho. Claro que todos ficaram diferentes, pois mesmo com a receita, cada um interpreta à sua maneira. Essa brincadeira aborda o quanto é difícil criar os filhos, mesmo que viessem com um manual, já que cada criança é única.

Ao final, as mães foram conduzidas ao auditório para uma serenata com o grupo Seresta Urbana e uma apresentação com os alunos. Os pequenos do Nível III ao 2º ano cantaram a canção “Mãos de Mãe”, do livro de mesmo nome. Já os alunos do 3º ao 5º ano apresentaram a música “Meu Abrigo”, da banda Melim. A lembrancinha foi um porta-anéis em formato personalizado da mãozinha de cada estudante.

A Neide, mãe do Pedro do 1º ano disse que gostou porque o evento não focou apenas na relação entre mãe e filho, mas na relação mãe e mãe. “Eu achei bacana porque é um ponto que nós, como mãe, deixamos de lado, esquecemos, negligenciamos. Foi muito intenso”, conta.

Já a mãe da Julia do 3º ano, Rebeca, achou emocionante. “Gostei do final. Parecia que estávamos num espetáculo, me senti num teatro. Um show ali para nós. É difícil sairmos para fazer alguma coisa para a gente… Eu adorei”, diz.

A Tammy é mãe da Rafaela do 3º ano e aproveitou para fazer uma reflexão. “Fez a gente parar para pensar no que realmente é importante na nossa vida. Às vezes, na correria do dia a dia, acabamos não dando importância para tanta coisa”.

“Procuramos cultivar valores como respeito e essa questão de unir a família em torno da figura da mulher, que é tão importante. Além disso, devemos valorizar a mulher: desde aquela que cuida da casa e dos filhos até aquela que faz tudo isso e ainda vai para o mercado de trabalho”, conclui a Profª Vera.

Para conferir todas as fotos das atividades e homenagens do Dia das Mães, clique aqui.